Fatos Históricos » Contexto Histórico da Comunicação

Sobre Contexto Histórico da Comunicação:

González foi o orador da turma de formandos de 1959

González: presidente do DCE e orador dos formandos em Jornalismo na PUCRS em 1959 (Arquivo PUCRS)

O formando Antônio Firmo de Oliveira González, presidente do Diretório Central de Estudantes (DCE) da PUCRS na gestão 1958-1959, futuro diretor da Famecos durante 18 anos (1976-1994), foi o orador da turma que colou grau em dezembro de 1959, no salão nobre do Colégio Rosário. “Afeitos à valorização do difícil, enfrentaremos como jornalistas ao que nos toca: a permanente informação do público, a luz sobre os fatos em pauta, os sérios editoriais esclarecedores, o cultivo diuturno da verdade, a restrição aqui, o aplauso lá adiante, a crítica construtiva, nobre e corajosa, sempre e sempre”, disse Antoninho com sua voz clara e forte, dominando com a respiração momentos de traição da gagueira contida com muito esforço e a colocação da vogal A antes da palavra que trancava.

O jovem de 21 anos, nascido na residência dos pais, no bairro Tristeza, em Porto Alegre, às 8h30min de 30 de julho de 1938, filho do médico Antônio Gonzalez (o pai sem acento no sobrenome) e da dona Alice, casal de Livramento, destacou que o maior problema do mundo era a educação. Não apenas o preparo intelectual e a aprendizagem, mas “o preparo para o trabalho, a alegria do dever cumprido, a coragem e a perseverança, a resistência às forças negativas de qualquer espécie, educar para a cooperação e a harmonia”. E acrescentou com uma licenciosidade poética: “é preciso fazer da vida, a dura vida, um poema de amor”.

Disse González em 1959 que o Brasil ideal ficou em um sonho. Um amplo programa industrial estava empobrecendo os trabalhadores da agricultura. Ele lembrou que as aulas de sociologia e Economia Política não fizeram da Universidade uma ilha. O orador garantiu que os formandos em Jornalismo estavam preparados para desenvolverem suas atividades profissionais “em favor de um melhor equilíbrio social, da prática da legítima democracia, por um Brasil bem mais feliz (…) na luta diária da imprensa, ao mesmo tempo sacrificante e encantadora”.

 

Os formandos

Colaram grau naquela noite:

 

Antônio Firmo de Oliveira González

Emygdio do Carmo Dutra

Galvão Nery Caon

Gevaldino Rodrigues Ferreira

Maria Helena Fialho

Mario Fortunato Guadagnin

Nadir da Rosa Romero

Vanda Maria Martino Coronel

 

Curso(s):

Década(s) de referência: 1950

Ano de referência: 1959

Produção do material sobre este evento: Tibério Vargas Ramos

Dados cadastrados por: Marina Bellon

Post publicado em: 20 de abril de 2016