Fatos Históricos » SET Universitário

Sobre SET Universitário:

Saiba mais sobre o SET

Poucos – ou talvez nenhum outro – evento voltado para alunos de Comunicação e de Cinema do Brasil seja tão longevo e tradicional quanto o SET Universitário, promovido pela Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Desde 1988, o campus central da universidade, em Porto Alegre, recebe milhares de estudantes provenientes de diversos municípios gaúchos e de outros Estados que têm a oportunidade de trocar experiências com professores, pesquisadores e profissionais que atuam fora da academia. Todos buscam sintonia com as tendências da área, além de aprofundar as possibilidades de reflexão e de experimentação. A cada edição, ocorrem palestras, oficinas e a Mostra Competitiva – concurso que premia os alunos autores dos melhores trabalhos desenvolvidos em atividades acadêmicas e os professores orientadores. Em duas décadas, o SET tornou-se uma referência para estudantes e profissionais de todo o país.

Histórico

A primeira edição do SET Universitário ocorreu em 1988. Desde o princípio, o planejamento e a execução são desenvolvidos por alunos e professores da Famecos, na medida em que o próprio evento se constitui um espaço de aprendizagem.

Nas palestras e oficinas, sempre houve presença de renomados profissionais do Estado e do país, entre eles Ari Rego, Carlos Saul Duque, Claudinho Pereira, Cláudio Carillo, Clóvis Dariano, Cyro Silveira Martins Filho, Dado Schneider, David Coimbra, Eduardo Axelrud, Eduardo Peñuela, Fabian Gloeden, Fernando Pires, Marcelo Pires, Margarida Kunsch, Maria Rita Kehl, Moacyr Scliar, Nilson Lage, Núbia Silveira, Otto Guerra, Paulo Totti, Ruy Carlos Ostermann, Telmo Flor, e do Exterior, como Bill Jonhson, Carl Botan (Estados Unidos), Maria Tereza Tellez (Bolívia).

Do interior do Rio Grande do Sul e de estados e países mais próximos, anualmente provêm caravanas de alunos. Nas últimas edições, universitários de Santa Maria, Pelotas e Passo Fundo formam os grupos mais numerosos.

Uma situação que permite dimensionar a importância do SET é o valor atribuído pelos alunos vencedores da Mostra Competitiva à distinção recebida. Vários profissionais renomados destacam em seus currículos e entrevistas o fato de, em seu tempo de estudante, terem conquistado o 1º lugar no concurso. É o caso da jornalista Eliane Brum, renomada por sua atuação em Zero Hora e, nos últimos anos, na revista Época. Eliane, que venceu o prêmio Jabuti de 2007 na categoria livro-reportagem com a obra A vida que ninguém vê, arrebatou o 1º lugar em “redação jornalística” na primeira edição do SET Universitário com uma reportagem intitulada Esperando na fila da existência. A vitória rendeu um estágio de um mês no jornal Zero Hora, onde permaneceu por 11 anos e, conforme ela mesma diz, descobriu que “ser repórter é a melhor profissão do mundo”.

 

Curso(s): , , ,

Década(s) de referência: 1980, 1990, 2000, 2010

Ano de referência: 2013

Produção do material sobre este evento: Site SET Universitário 2013

Dados cadastrados por: Silvana Sandini

Post publicado em: 8 de março de 2014